"Quando os pés tem fome de liberdade, deixa voar..."

Páginas

on sexta-feira, 29 de outubro de 2010


'Todos os dias eu quase te ligo, eu quase consigo ser leve e te dizer:
"Ei, não quer ir no parque? A temporada ta acabando..."
Eu quase consigo te tratar como nada.
Mas aí quase desisto de tudo, quase ignoro tudo,
quase consigo, sem nenhuma ansiedade,
terminar o dia tendo a certeza de que é só mais um dia
com um restinho de quase e que um
restinho de quase, uma hora, se Deus quiser, vira nada.

Mas não vira nada nunca.'

1 comentários:

PauloMitchell disse...

A esperança é a última a morrer.. Até lá podemos cuidar dela, ou não?

Postar um comentário

Obrigada pela visita.♥´¯`*•.¸¸ઇ‍ઉ
ღ¸.•*•.¸... volte sempre!